A Bíblia e a ciência – Fatos comprovados (Parte 1)

20-05-2016 12:22
                        
Quem segue a página do facebook nunes3373 com certeza reparou que temos diariamente lançado uma série de fatos científicos patentes na Bíblia. Resolvemos então compilar todos eles e colocá-los nesta nova série de artigos. Relembro que já tínhamos feito um artigo sobre o mesmo tema:
Mais ciência COMPROVADA na Bíblia...antes que o homem sequer sonhasse!
www.nunes3373.com/news/mais-ci%C3%AAncia-inexplicável-mas-comprovada-na-bíblia-%E2%80%93-o-relógio-de-acaz-e-o-dia-em-que-o-sol-parou/
(Aí, apesar de alguns pontos estarem repetidos, abordamos também outros que não mencionaremos nesta série, pelo que aconselhamos também a sua leitura.)
 
Esta será em princípio uma série de 3 artigos (que poderão ser intercalados com outros) para tornar mais fácil a aquisição de conhecimentos.

Nota Importante:

Os fatos aqui elencados se vistos isoladamente poderão ser considerados pelos céticos apenas como uma coincidência, mas se vistos em conjunto são a prova como a Bíblia estava totalmente correta em diversos pontos científicos que a ciência humana só muito depois conseguiu descobrir, mostrando-se dessa forma sempre à frente do conhecimento humano.
 

Fatos científicos bíblicos

 
FATO 1
A Bíblia e a posição da Terra no espaço
As pessoas antigas não podiam nem imaginar que a Terra está suspensa no espaço. Mesmo assim o livro de Jó escrito há 3.500 anos atrás, quando se acreditava que a Terra estava situada em cima de um grande animal ou gigante (1.500 a.C.), falou da posição da Terra no espaço e menciona o conhecimento que apenas a astronomia moderna obteve.:
“O norte estende sobre o vazio; e suspende a terra sobre o nada.” 
Jó 26:7
A ciência não descobriu que a Terra não era sustentada por nada até 1687, quando Isaac Newton descobriu a “Lei da gravitação universal” e provou que a terra flutua no espaço, até lá muitas pessoas não acreditavam na Bíblia.
 
FATO 2
As Escrituras falam de uma estrutura invisível da matéria
Só há pouco tempo atrás, a ciência descobriu que tudo que nós vemos é composto de coisas que não conseguimos ver – átomos. Em Hebreus 11:3, escrito há 2000 anos atrás, as Escrituras nos dizem que “aquilo que se vê não foi feito do que é aparente”. 
 
FATO 3
As Escrituras nos dizem que a Terra é esférica

 Imagem retirada da Bíblia Sagrada da portuguesa "Mel Editores" traduzida por vários especialistas em hebraico bíblico

 
“Ele é o que mora acima da esfera terrestre, cujos habitantes parecem gafanhotos” 
Isaías 40:22
A palavra traduzida como “esfera” aqui é a palavra hebraica chuwg ou Kugh, que também pode ser traduzida como “círculo”, “compasso” ou "redondeza" (tradução brasileira - SBB), dependendo do contexto [A Concordance of the Hebrew and Chaldee Scriptures (Concordância das Escrituras Hebraicas e Caldéias), de B. Davidson]. Assim depende do tradutor a escolha da palavra, não sendo totalmente consensual, mas contextualmente "esfera" será o mais correto até porque em outra passagem, no livro de Josué, a palavra usada no hebraico para descrever os filhos de Israel "circulando" Jericó sete vezes é outra: Sabibot.
Seja como for a palavra Chuwgh indica algo esférico, arredondado ou arqueado – não algo que é plano ou quadrado. 
Este ponto é importante pois ultimamente têm surgido várias teorias falaciosas de uma terra plana implicando mesmo a Bíblia e infelizmente até alguns cristãos caem em tal erro. As expressões Bíblicas utilizadas para tentar comprovar que a Bíblia fala em uma terra plana são completamente figurativas ou poéticas e que até ainda hoje utilizamos tais como: “Os quatro cantos da terra”, significando obviamente “todo o mundo”, mas não referindo a forma geométrica, tal como a passagem de Isaías o faz explicitamente.
É ainda importante que se analisarmos a passagem de Isaías em conjunto com a de Jó 26:7 do Fato 1 deste mesmo artigo, temos uma exata descrição da geometria da terra e sua posição no universo: Forma esférica e suspensa sobre o nada!
O livro de Isaías foi escrito aproximadamente entre 740 e 680 anos a.C. São pelo menos 300 anos antes de Aristóteles sugerir em seu livro "Sobre os Céus", que a Terra talvez fosse uma esfera. Dois mil anos depois (num tempo em que a ciência acreditava que a Terra fosse plana) as Escrituras inspiraram Cristóvão Colombo a navegar ao redor do mundo. 
(Também confirmamos este fato no Novo Testamento, quando lemos Lucas (17:34-36) e Mateus (24:40-41) constatamos que Jesus relatando o instante do seu retorno afirma que: dois estarão deitados em uma cama, enquanto outros dois estarão trabalhando no campo e ainda outros dois estarão moendo no moinho. Em outras palavras os antigos hebreus estavam bem conscientes de que é noite e dia em lados diferentes do planeta no mesmo instante, ora isso só é possível em uma terra esférica.)

 

FATO 4
A Bíblia e a ciência da Oceanografia
Mathew Maury (1806 – 1873) é considerado o pai da oceanografia também chamada de oceanologia. Ele percebeu a expressão “veredas dos mares” em Salmos 8:8 ( escrito 2.800 anos antes) e disse, “Se Deus disse que há veredas no mar, eu vou encontrá-las”. Maury então acreditou literalmente no que Deus disse e foi procurar essas veredas, e nós devemos muito à sua descoberta das correntes continentais quente e fria. O seu livro sobre oceanografia permanece um texto básico sobre o assunto e ainda é usado em universidades. 
 
FATO 5
A Bíblia e as ondas de rádio
Deus fez a Jó uma pergunta muito estranha em 1.500 a.C. Ele perguntou:
“Ou mandarás aos raios para que saiam, e te digam: Eis-nos aqui?” 
Jó 38:35
Isso parece ser uma afirmação cientificamente ridícula – que a luz pode ser enviada, e depois se manifestar em fala. Mas você sabia que toda radiação eletromagnética, de ondas de rádio ao raio-X, viaja na velocidade da luz? É por isso que você pode fazer uma comunicação instantânea sem fio com alguém do outro lado do mundo. O fato de que a luz pode ser enviada e depois se manifestar em fala não foi descoberto pela ciência até 1846 ( 3.300 anos depois) , quando “o cientista britânico James Clerk Maxwell sugeriu que a eletricidade e as ondas leves eram duas formas da mesma coisa” (Modern Century Illustrated Encyclopedia). 
 
FATO 6
A Bíblia e Entropia
Três lugares diferentes na Bíblia (Isaías 51:6; Salmos 102:25,26; e Hebreus 1:11) indicam que a Terra está se deteriorando. Isso é o que a Segunda Lei da Termodinâmica (a lei da entropia crescente) afirma: que em todos os processos físicos, todo sistema ordenado ao longo do tempo tende a se tornar mais desordenado. Tudo está se desgastando e deteriorando à medida que a energia está se tornando cada vez mais escassa. Isso significa que o Universo irá se deteriorar ao ponto que (em tese) haverá uma “morte da energia térmica” e portanto não haverá mais energia disponível para o uso. Isso só foi descoberto pela ciência recentemente, mas a Bíblia afirma isso de forma concisa. 
 
FATO 7
A Bíblia e o ciclo da água
As Escrituras nos informam “Todos os rios vão para o mar, e contudo o mar não se enche; ao lugar para onde os rios vão, para ali tornam eles a correr.” (Eclesiastes 1:7). Essa frase parece não ser profunda. Mas quando é considerada com outras passagens bíblicas, ela torna-se mais fantástica. Por exemplo, o rio Mississípi despeja aproximadamente 518 bilhões de galões de litros de água a cada 24 horas no Golfo do México. Para onde vai toda essa água? E esse é só um entre milhares de rios. A resposta está no ciclo hidrológico, tão bem explicado na Bíblia.
Eclesiastes 11:3 diz que “Estando as nuvens cheias, derramam a chuva sobre a terra”. Olhe para as palavras resumidas da Bíblia em Amós 9:6 "Ele ... o que chama as águas do mar, e as derrama sobre a terra”. A ideia de um ciclo completo da água só foi compreendido pelos cientistas no século dezessete. Entretanto, dois mil anos antes das descobertas de Pierre Perrault, Edme Mariotte, Edmund Halley, e outros, as Escrituras mencionaram claramente um ciclo da água. 
 
FATO 8
A Bíblia e as leis meteorológicas

A Bíblia descreveu um “ciclo” de correntes de ar dois mil anos antes de os cientistas descobrirem:
 
"O vento vai para o sul, e faz o seu giro vai para o norte; volve-se e revolve-se na sua carreira, e retoma os seus circuitos."
Eclesiastes 1:6
 
Nós sabemos agora que o ar ao redor da Terra gira em gigantescos círculos, no sentido horário num hemisfério e no sentido anti-horário no outro hemisfério.
 
Continua...
 
 

"Deus, que é bom, criou o universo ordenadamente para nós." (Astrônomo Nicolau Copérnico)